Blog

Defesa de dissertação: Entre paisagem do medo e casulo protetor: imaginação e experiência geográfica nos bairros União da Vitória e Vista Bela, Londrina-PR.


Às 09h do dia 04 de agosto de 2021, o mestrando Douglas Vitto defenderá sua dissertação de mestrado intitulada “Entre paisagem do medo e casulo protetor: imaginação e experiência geográfica nos bairros União da Vitória e Vista Bela, Londrina-PR”.

O trabalho é orientado pela Professora Doutora Jeani Delgado Paschoal Moura e a banca avaliadora será composta pelos Professores Doutores Eduardo José Marandola Junior, Leticia Carolina Teixeira de Pádua e Léia Aparecida Veiga.

A defesa poderá ser acompanhada neste link.

Novo número da Geograficidade: v. 11, n. (2021)

Acaba de ser colocado no ar o novo número da Revista Geograficidade, correspondente ao outono de 2021 (v.11, n.).

O número conta com 11 artigos inéditos, 2 notas e resenhas, 1 entrevista-diálogo, bem como 1 tradução.

Este número, portanto, é mais um convite à reflexão! Convidamos a conferi-lo.
O número pode ser acessado clicando neste link.

FENOMENOLOGIA, COLONIALIDADE E PENSAMENTO AMBIENTAL

O X Encontro Nacional da ANPPAS abriga, entre ouros Gts, o grupo de trabalho FENOMENOLOGIA, COLONIALIDADE E PENSAMENTO AMBIENTAL, coordenado pelos professores pesquisadores Eduardo Marandola Jr. (UNICAMP/FCA), Gustavo Silvano Batista (UFPI) e Jamille da Silva Lima-Payayá (UNEB).

De acordo com a descrição do GT,
A proposta deste Grupo de Trabalho é acolher estudos e promover discussões acerca das contribuições da fenomenologia e de seus desdobramentos (ecofenomenologia, ecohermenêutica e ecodesconstrução) tendo em vista um pensamento ambiental ontológico-prático que ofereça possibilidades de enfrentamento da questão ecológica na perspectiva da cisão ontológico- representativa que atravessa a Modernidade. Tratam-se de investigações de espacialidades emergentes, situadas, que expressam um movimento irruptivo dos mais diversos grupos sociais (povos indígenas, comunidades quilombolas, ribeirinhos, agricultores, movimentos de mulheres, etc.) e seus lugares, paisagens e territorialidades. Tais experiências sociais apresentam não apenas outros marcos para a compreensão do ambiente e suas ecologias (orientadas para o comum), mas promovem o necessário enfrentamento da colonialidade também na perspectiva ambiental. O GT acolherá propostas de reflexões conceituais, propostas interpretativas e de tensionamento de abordagens, bem como estudos que mobilizem experiências e vivências de grupos sociais em sua alteridade”.

Mais informações sobre o evento podem ser encontradas no Site oficial ou nas redes sociais do encontro: Instagram, Facebook, Twitter, YouTube  e Telegram

COLÓQUIO FENOMENOLOGIA E POLÍTICA

As urbanidades da América Latina e o pensamento de Jan Patočka

Faculdade de Ciências Aplicadas, Universidade Estadual de Campinas
Limeira, 17 e 18 de Junho de 2021
Evento on-line | FCA/Unicamp – Canal do YouTube


O Laboratório de Geografia dos Riscos e Resiliência (LAGERR), por meio do Nomear – Grupo de Pesquisa Fenomenologia e Geografia, da Faculdade de Ciências Aplicadas da Universidade Estadual de Campinas [FCA-Unicamp] convida para evento que tematiza abordagens fenomenológicas da política (ou perspectivas políticas da fenomenologia) no contexto urbano das cidades da América Latina.
A temática envolverá a reflexão dos problemas que atingem a construção do sentido de lugar nestas cidades ponderando-os com os escritos do filósofo tcheco Jan Patočka, principalmente, sob o prisma do conceito cunhado pelo próprio: a solidariedade dos abalados.

O evento tem inscrições gratuitas e será todo realizado pelo Canal da FCA/Unicamp no YouTube. A programação e outras informações podem ser encontradas neste link (em caso de português) e neste link (em caso de espanhol).