Traduções

Realizar traduções de textos constituiu uma das motivações e objetivos do GHUM desde seu início. Isso porque entre as traduções de alguns textos-chave dos anos 1960-1970 publicados entre o final dos anos 1970 e final dos anos 1980, havia um hiato de diálogo com a produção da Geografia Humanista e seus desdobramentos subsequentes em outros países. Por outro lado, havia pouca produção recente, seja em termos de artigos, seja em termos de livros disponíveis em catálogo, o que dificultava a difusão e adensamento das discussões.

Assim, o GHUM atua na prospecção, tradução e publicação de textos em diferentes línguas, buscando potencializar este diálogo e articulação com as reflexões contemporâneas, bem como seu desenvolvimento ao longo do tempo.

São três meios principais: livros, artigos publicados na Geograficidade (que a partir de 2020 passou a ter a Seção Traduções) e a textos publicados em outros veículos, sejam periódicos ou capítulos de livros.

Livros

Geograficidade

KARJALAINEN, Pauli Tapani. Lugar em Urwind: uma perspectiva humanista. Geograficidade, v. 2, n. 2, p. 4-22, 2012. | Tradução de Werther Holzer |

TUAN, Yi-Fu. A Cidade: sua distância da natureza. Geograficidade, v. 3, n. 1, p. 4-14, 2013. | Tradução de Werther Holzer |

WASIAK, Jason. Ser-na-cidade: uma aproximação fenomenológica da experiência tecnológica. Geograficidade, v. 7, n. 1, p. 4-20, 2017. | Tradução de Werther Holzer |

Outros veículos

IHDE, Don. Fenomenologia interdisciplinar. Revista do NUFEN, v. 12, n. 1, p. 158-176, 2020.  | Tradução de Eduardo Marandola Jr. e Jamille da Silva Lima | Original: Experimental phenomenology: multistabilities. 2ed. Albany: SUNY Press, 1977/2012. p. 97-112.

JACKOBSON, Roman. Curriculum Vitae de um Filósofo Checo (Posfácio ao “Essais Hérétiques: Sur la Philosofie de L’histoire”, de Jan Patočka). Rev. abordagem Gestalt, v. 22, n. 2, 2016. | Tradução de Werther Holzer |

MEINIG, D. W. O olho que observa: dez versões da mesma cena. Espaço e Cultura, n. 16, p. 35-46, 2002.  | Tradução de Werther Holzer |

RELPH, Edward. Reflexões sobre a emergência, aspectos e essência de lugar. In: MARANDOLA JR., Eduardo; HOLZER, Werther; OLIVEIRA, Lívia. (Orgs.) Qual o espaço do lugar? Fenomenologia. Geografia. Epistemologia. São Paulo: Perspectiva, 2012. | Tradução de Eduardo Marandola Jr. |

RICOEUR, Paul. Prefácio ao “Essais Hérétiques: Sur la Philosofie de L’histoire”, de Jan Patočka. Rev. abordagem Gestaltv.22, n. 2, 2016. | Tradução de Werther Holzer |

RONAI, Maurice. Paisagens II. GEOgraphia, v. 17, n. 34, p. 247-261, 2015. | Tradução de Werther Holzer |

SAUER, Carl. A Educação de um Geógrafo. Niterói: GEOgraphia, ano 2, n. 4, p. 137-150, 2001. | Tradução de Werther Holzer |

SEAMON, David. Lugarização vivida e a localidade do ser: um retorno à geografia humanística? Rev. Nufen: Phenom. Interd., Belém, 9(2), p. 147-168, mai. – ago., 2017. | Tradução de Letícia Pádua; Revisão de Eduardo Marandola Jr. |